SUPREMA | Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora - FCMS/JF 

Notícias

Professor da Suprema publica livro

28 de agosto de 2017

Professor da Suprema publica livro

O professor do curso de Medicina da Suprema, Marcelo Barros Weiss, e o ex-aluno, Jorge Wilson Souza Paiva, publicam nesta quinta-feira, 31/8, o livro "Acidentes com Animais Peçonhentos".

 

Segundo o ex-aluno de Medicina da Suprema, Jorge Paiva, a ideia original não era escrever um livro, mas sim um manual de como proceder em casos de acidentes com animais peçonhentos. "Inicialmente tínhamos escrito três artigos sobre o tema, e comecei por conta própria a ampliar os artigos. Mas como o assunto é muito extenso, o material ficou muito bom e resolvemos fazer um manual. Depois de uma longa pesquisa, acabei fazendo uma revisão dos últimos 15 anos de todos os acidentes com animais peçonhentos. Nessa revisão, o manual também ficou excelente e tivemos a ideia de acrescentar mais informações para transformá-lo em livro".

 

Na época, Jorge era estudante do 8º período de Medicina e foi até o Instituto Butantã em São Paulo para coletar dados e fotos sobre os acidentes com animais peçonhetos. Algumas fotos que ilustram o livro são de autoria do próprio aluno, tiradas nos plantões do Hospital de Pronto Atendimento (HPS) de Juiz de Fora e Além Paraíba. A obra veio para complementar o manual do Ministério da Saúde (MS), que se encontra desatualizado. "Existe um manual do Ministério da Saúde, sobre animais peçonhentos, só que ele está defasado e não tem muitas imagens, o que foi uma necesseidade que vi na hora de montar o livro. O manual do governo é organizado, mas senti que era incompleto em alguns aspectos", eclarece Jorge.

 

O "Manual de Diagnóstico e Tratamento de Acidentes por Animais Peçonhentos" do Ministério da Saúde é de 2001 e segundo o autor, carece não só de imagens, mas principalmente, de didática. "Procurei ser o mais didático possível e colocar muita imagem, muito desenho, muita gravura. Explicar de uma maneira que a gente possa entender. Coloquei inclusive a evolução das lesões, que não tem no manual do MS, e que para nós, médicos, é muito importante", avalia Jorge.

 

Outra constatação apontada por Jorge, é o fato de o manual do MS não dar explicações concretas e eficazes em relação ao tratamento. "É (o manual do MS) muito solto em que fazer com os pacientes. Prourei fazer no meu material uma prescrição para cada caso de acidente, com imagens, fluxogramas, quadros de diagnóstico diferencial, sempre de forma didática. Quanto mais fácil a gente se faz entender, mais útil vai ser o livro. Porque não é simplesmente ter o livro lançado, é ajudar as pessoas. Realmente vejo as sequelas que as pessoas têm por tratamento errado ou até falta de tratamento. Muitos acham que por serem animais pequenos, não precisam de cuidados".

 

Em Juiz de Fora e região, os acidentes mais comuns são com ofídios, aranhas e escorpiões. No livro, os autores destacam que a aranha é de difícil identificação para a maior parte das pessoas, já que não possuem conhecimento técnico. "Uma aranha pequenininha, como a viúva negra, pode matar um ser humano em poucas horas", afirma Jorge.

 

Segundo o autor, o procedimento correto quando há acidentes com estes animais é ir direto para o HPS e procurar ajuda o mais rápido possível. "O cenário ideal é a pessoa levar o animal até o hospital, esteja ele vivo ou morto. Caso não seja possível, tente tirar uma foto, para o médico poder identificar e realizar o procedimento correto".

 

O lançamento da obra ocorre às 19h no Anfiteatro da Faculdade. Todos os membros da Suprema, alunos, professores, funcionários, colaboradores e demais pessoas, estão convidados para o lançamento do livro. Os autores estarão disponíveis para conversas em mesas redondas, abordando os temas do volume.

 

Data: 31 de agosto de 2017

Horário: 19h

Local: Anfiteatro da Suprema

 

(32) 2101.5000

Alameda Salvaterra, nº 200, Bairro Salvaterra, CEP 36.033-003 - Juiz de Fora MG

VEJA ABAIXO COMO CHEGAR