SUPREMA | Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora - FCMS/JF 

Notícias

Aluna da Suprema apresenta 13 trabalhos em congresso

03 de outubro de 2017

Aluna da Suprema apresenta 13 trabalhos em congresso

A aluna do 10º Período de Medicina da Suprema, Patrícia Fraga, conseguiu um feito inédito. Patrícia vai apresentar 13 trabalhos acadêmicos no 16º Congresso Internacional de Anestesia Cardiovascular (ICCVA na sigla em inglês), no Rio de Janeiro, entre os dias 4 e 6 de outubro.


Dos 13 trabalhos, 5 foram realizados pela estudante como primeira autora, em parceria com a sua irmã e ex-acadêmica da Suprema, Carolina Fraga Paiva e tiveram a orientação da professora e Coordenadora do Curso de Enfermagem, Érika Bicalho e do médico cardiologista José Fabri.


Perguntada sobre a quantidade de trabalhos apresentados, Patrícia afirma que eles não representam nem a metade do que ela já produziu este ano. "Foram mais de 100 trabalhos aprovados em congressos, simpósios e palestras somente em 2017", afirma a estudante.


Como ela consegue, você deve estar se perguntando. "Acho interessante apresentar trabalhos em congressos, gosto muito de pesquisa e apresentar os projetos é mais uma habilidade que a gente desenvolve", explica Patrícia. A estudante, que está na sua segunda graduação (ela é formada em comunicação social), acredita que apresentar os trabalhos em congressos cria uma maior segurança para falar em público e abre conhecimento na área médica, que segundo a acadêmica é pouco explorada. "Os alunos de medicina querem clinicar, e a pesquisa abre outras oportunidades".


E Patrícia já colheu frutos de suas pesquisas. Em julho deste ano, no 27º Congresso Mineiro de Cardiologia, em Belo Horizonte, a estudante apresentou mais três trabalhos, sendo duas apresentações orais. Em uma dessas apresentações, Patrícia ficou em segundo lugar na categoria tema livre, com o trabalho "Análise dos efeitos cardiológicos de quimioterápicos no tratamento oncológico".


Sobre esta pesquisa, a acadêmica conta que fez uma relação com o câncer, a oncologia, e a pessoa que faz uso de quimioterápicos e quimioterapia. Quem faz uso destes medicamentos contra o câncer e se cura, mas que depois desenvolve problemas cardíacos. "Os medicamentos são tóxicos ao coração e evolui a uma insuficiência cardíaca. Os profissionais da oncologia devem observar essa evolução e entrar em contato com o cardiologista do paciente, a fim de analisar se deve ou não suspender o tratamento, ou tomar medidas preventivas", esclarece.


Patrícia é a Coordenadora de Extensão da Associação Acadêmica de Cardiologia, uma entidade nacional de estudantes de todas as áreas da saúde, que discutem a saúde do coração. Além disso, ela também faz parte da Liga Acadêmica de Patologia da Suprema, e recebeu um convite da Associação Brasileira de Patologia para apresentar outros sete trabalhos no Congresso Brasileiro de Patologia em novembro.


"A pesquisa científica abre portas para você e te estimula a ir mais longe", afirma a discente. "Já fui até para a Argentina apresentar trabalhos, o que foi uma oportunidade de intercâmbio incrível, não só para conhecer outra faculdade, mas também para interagir com outros estudantes. A gente aprende muito com as pesquisas científicas", conclui.

 

 

 

(32) 2101.5000

Alameda Salvaterra, nº 200, Bairro Salvaterra, CEP 36.033-003 - Juiz de Fora MG

VEJA ABAIXO COMO CHEGAR