SUPREMA | Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora - FCMS/JF 

Notícias

Professor da Suprema defende tese de doutorado e publica artigo em periódico internacional

19 de abril de 2018

Professor da Suprema defende tese de doutorado e publica artigo em periódico internacional

O professor da FCMS/JF, Dr. Klaus Ruback Bertges, médico gastroenterologista, defendeu sua tese de doutorado no dia 21 de março de 2018 e teve um dos artigos relacionados ao seu trabalho aceito para publicação em periódico internacional.

O trabalho intitulado Correlation between number of eosinophils and presence of esophageal mucosa remodeling in patients with eosinophilic esophagitis foi aceito para publicação em revista científica europeia indexada no PubMed de grande fator de impacto na área de Medicina I: European Annals of Allergy and Clinical Immunology. Outro artigo, Associação da imunoterapia com ácaros da poeira domiciliar e corticoterapia tópica no tratamento da esofagite e gastroenterite eosinofílicas refratárias em paciente atópico, também foi aceito para publicação no periódico nacional GED - Gastroenterologia e Endoscopia Digestiva. Além destes, outros três artigos foram enviados para apreciação do corpo editorial de revistas nacionais e internacionais.

O professor de método clínico e clínica médica da Faculdade Suprema concluiu o Curso de Doutorado da Faculdade de Medicina do Programa de Pós-Graduação em Saúde da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), na Área de Concentração em Saúde Brasileira, no Núcleo de Pesquisa em Imunopatologia e Imunologia Clínica, sob a orientação do Prof. Dr. Fernando Monteiro Aarestrup (Doutor em Patologia pela UFF) e coorientação do Prof. Dr. Luiz Carlos Bertges (Doutor em Medicina pela UFMG), desenvolvido no Laboratório de Imunopatologia e Patologia Experimental do Centro de Biologia da Reprodução (CBR) da UFJF.

Além dos professores orientadores, a banca examinadora foi composta pelo Prof. Dr. Júlio Maria Fonseca Chebli (ex-Reitor da UFJF), Prof. Dr. Alexandre de Tarso Machado (Doutor em Medicina pela USP), Profa. Dra. Liliana Andrade Chebli (Doutora em Medicina pela UFJF) e pelo Prof. Dr. Jorge Montessi (Diretor Geral da FCMS/JF). Também participaram das atividades o Prof. Dr. Aloísio Carlos Couri Gamonal (Doutor em Medicina pela UNIFESP), Prof. Dr. Antônio Carlos Tonelli de Toledo (Doutor em Medicina pela UNESP), Profa. Dra. Beatriz Julião Vieira Aarestrup (Doutora em Patologia pela UFF) e o Prof. Dr. José Galvão Alves (Membro da Academia Nacional de Medicina e ex-Presidente da Federação Brasileira de Gastroenterologia).

O trabalho objetivou avaliar o remodelamento tecidual nas biópsias de pacientes portadores de esofagite eosinofílica, afecção cada vez mais estudada e prevalente na população. O artigo conclui que a hiperplasia da camada basal e a fibrose da lâmina própria estão aumentadas na histopatologia das biópsias esofágicas dos pacientes portadores de esofagite eosinofílica com maior infiltrado eosinofílico na mucosa. O professor Klaus ressalta que: "Foi verificado ainda correlação direta entre o aumento do número de eosinófilos e a intensidade de tais alterações histopatológicas." Outra conclusão foi que: "A filagrina, importante protetor da integridade mucosa, está reduzida no esôfago dos pacientes com esofagite eosinofílica e, este foi somente o terceiro trabalho publicado no mundo avaliando a associação entre filagrina e esofagite eosinofílica.", afirma o professor.

"Estou muito feliz, emocionado, satisfeito e grato por mais uma importante etapa da minha formação acadêmica concluída. Gostaria de dedicar esta conquista ao meu orientador, professor Fernando Aarestrup, à minha família e a todos que participaram desta jornada tão difícil.", agradece o professor Klaus.

O professor orientador do trabalho, Fernando Monteiro Aarestrup, com diversos artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais e, também Coordenador do Curso de Pós-Graduação em Alergologia e Imunologia da Faculdade Suprema completa: "Acredito que o professor Klaus concluiu com louvor seu curso de doutorado, fazendo uma excelente apresentação à banca examinadora e mostrando grande desenvoltura e conhecimento sobre imunopatologia. Sai transformado e dilapidado pelo curso. Parabéns!".

MAIS INFORMAÇÕES: Setor de Comunicação e Marketing | divulgacao@suprema.edu.br

(32) 2101.5000

Alameda Salvaterra, nº 200, Bairro Salvaterra, CEP 36.033-003 - Juiz de Fora MG

VEJA ABAIXO COMO CHEGAR