SUPREMA | Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora - FCMS/JF 

Notícias

I Seminário de Atuação da Fisioterapia na Urgência e Emergência

21 de novembro de 2017

I Seminário de Atuação da Fisioterapia na Urgência e Emergência

Está acontecendo hoje, no Anfiteatro da Suprema o I Seminário de Atuação da Fisioterapia na Urgência e Emergência. O evento é coordenado pela professora Patrícia Cardoso e conta com o apoio dos alunos do 4º período de Fisioterapia.


De acordo com um dos organizadores, o estudante Rafael de Medeiros Trombini, o seminário aborda um tema ainda não tão explorado dentro da Fisioterapia. "Essa área de urgência e emergência, por ser muito nova na fisioterapia, o aluno deve se dedicar mais e procurar mais informações, pois são poucas faculdades que colocam o tema na grade curricular", comenta Rafael.


Ainda de acordo com o discente, esse evento traz novidades e é o momento adequado para o aluno aprender mais sobre as possibilidades que a profissão permite exercer. " É importante ter esses eventos dentro da Suprema porque esse é o momento certo para a gente conhecer o máximo de áreas possíveis. Esse é o momento em que a gente tem para correr atrás, participar de tudo o que a faculdade oferece, para entender o que vamos querer fazer quando sair daqui. Não é deixar para depois de formar e correr atrás, mas conhecer a partir de agora", conclui.


A estudante Gabriela Souza Matos, também do 4º período, diz que não sabe muito bem qual a atuação do profissional na urgência e emergência e que espera aprender mais sobre o tema. "Eu achei interessante o assunto e por isso quero assistir a palestra. Não imagino como um fisioterapeuta pode atuar na urgência e emergência. É uma coisa nova pra gente também", comenta Gabriela.


O fisioterapeuta, nas equipes das unidades de emergência, pode reestruturar o modelo de cuidado integral, favorecendo os atendimentos e tratamentos precoces de doenças. A necessidade do Fisioterapeuta na unidade de emergência é justificada, devido ao grande número de pacientes possuírem diagnóstico cardiorrespiratório, necessitarem de oxigenioterapia, ventilação mecânica e permanecerem longos períodos na emergência. A inserção junto à equipe pode favorecer os atendimentos e tratamentos precoces das patologias, diminuindo, assim, o risco de piora na evolução do quadro clínico


No Brasil, são poucos os profissionais que atuam nessa aérea e os cursos são muito distantes. "Pedimos ajuda aos professores para encontrar palestrantes, pois o tema ainda é novo. Muita gente veio de outras cidades para aprender no evento. Teremos também uma mesa multidisciplinar com diversos profissionais para debaterem a urgência e emergência", ressalta Rafael.

 

 

 

(32) 2101.5000

Alameda Salvaterra, nº 200, Bairro Salvaterra, CEP 36.033-003 - Juiz de Fora MG

VEJA ABAIXO COMO CHEGAR